Home » Como cuidar de Orquídeas? – REGA, LUZ e ADUBO
guia completo da orquídea

Orquídeas

As orquídeas são plantas fáceis de manter. Nas condições certas, as suas flores podem permanecer durante meses.

  • Como cuidar da sua orquídea
  • Problemas comuns para sua orquídea
  • O que é uma orquídea?
  • Amigos e família da planta

 

Sobre as orquídeas

As orquídeas são nativas do sul da China, Taiwan, sudeste da Ásia e Nova Guiné. A orquídea é uma planta de manutenção baixa, gostam de condições quentes, alta humidade e luz indireta.

 

Como cuidar da orquídea

Use estas instruções para cuidar da sua orquídea. Este guia explicará como regar uma orquídea, quais as suas preferências de luz, temperatura, humidade.

Questões Frequentes sobre Orquídeas

Não. Elas não são mais difíceis de cultivar do que outras plantas com flor. Como qualquer planta, uma orquídea precisa de água, fertilizante, luz e ar. Se cultiva outras plantas ornamentais no jardim ou dentro de casa, pode cultivar orquídeas.

As orquídeas já não são plantas consideradas caras. Hoje em dia consegue encontrar à venda orquídeas entre os 8€ e os 13€. Outrora cuidar de orquídeas era considerado um hobby para os ricos. Hoje em dia, qualquer pessoa consegue comprar e cuidar de orquídeas. Os métodos reprodutivos modernos permitem que os produtores desfrutem das plantas por um preço razoável.

Não, pelo contrário. Nenhuma família de plantas é mais diversa. Afinal, a família das orquídeas é a maior família de plantas, ocupando quase todos os ambientes possíveis. Do Mystacidium caffrum do tamanho de um dedal ao Renanthera storei de 6 metros de altura, as orquídeas exibem formas e hábitos de crescimento incrivelmente diferentes. Algumas orquídeas produzem flores do tamanho de um mosquito. Outras são tão grandes quanto um prato de jantar. Estas flores podem ser cultivadas com facilidade, desde que haja uma cultura adequada. E com os métodos de propagação atuais e as tendências atuais de hibridização, há várias opções deste tipo de planta.

Não! Das aproximadamente 20.000 espécies de orquídeas que crescem ao redor do mundo, nenhuma é daninha. Na natureza, muitas orquídeas crescem ao pé de árvores e arbustos, mas não tiram nada da planta hospedeira e não a danificam. As orquídeas que crescem em árvores são chamadas de epífitas ou plantas aéreas.

Algumas sim. Quase todos os países do mundo têm orquídeas.

A maioria tem vida longa. Na verdade, algumas espécies quando são bem tratadas são virtualmente imortais. Algumas divisões ou propagações de orquídeas descobertas no século 19 ainda estão a crescer e a florescer nos dias de hoje.

Depende do tipo e também do tratamento cultural. A floração de híbridos do género Cattleya pode durar de uma a quatro semanas na planta. As flores do género Phalaenopsis geralmente duram de um a quatro meses.

A frequência com que as orquídeas florescem depende da planta. Algumas florescem uma vez por ano, outras florescem várias vezes por ano e algumas até florescem continuamente.

Algumas flores são tão perfumadas que perfumam toda a estufa ou sala de estar. Algumas fragrâncias de orquídeas são discretas, enquanto outras imitam aromas familiares como a framboesa, coco, lilases e frutas cítricas. Outras plantas não têm cheiro, mas dependem da forma e da cor para atrair insetos ou pássaros para a polinização, continuando assim o ciclo de vida da espécie.

Sim. Como muitas orquídeas são cultivadas em vasos ou cestos, podem ser transportadas para qualquer lugar. Mas use o bom senso. Ao comprar orquídeas, não as deixe dentro de um carro quente ou frio, pois isso pode causar danificar a planta.

Absolutamente! Infelizmente existem espécies de orquídeas que estão a extinguir-se mais rápido do que podem ser descritas e classificadas. As principais razões são a perda de habitat e sua colheita.

De todas as orquídeas mais comumente disponíveis, apenas Phalaenopsis (a orquídea mariposa) voltará a florescer da sua antiga haste. A phalaenopsis geralmente volta a florescer se for bem tratada. Quando a última flor murchar, pode deixar a haste que ela pode voltar a ter flor. As plantas mais jovens ou mais fracas podem não florescer novamente e algumas Phalaenopsis são geneticamente incapazes de florescer. Geralmente são aquelas que florescem com pontas ramificadas. Sempre vale a pena tentar. As orquídeas, assim como os animais, são suscetíveis a vírus, portanto, sempre que cortar uma planta de orquídea, use uma ferramenta esterilizada para evitar a propagação do vírus. Uma lâmina de barbear é uma boa ferramenta para cortar pontas de flores.

Use um lápis ou espeto de madeira para determinar se a orquídea precisa de água.

Evite regar em excesso. A humidade constante fará com que as raízes apodreçam, o que faz com que as folhas caiam e acabem por matar a planta. O conselho clássico é regar um dia antes de a planta secar.

Outra forma de saber se a planta precisa de água é usar o truque do lápis (a ponta de um lápis afiado, quando inserida no meio, vai escurecer se a planta tiver água suficiente).

Como a maioria das plantas é cultivada em recipientes plásticos, pode pesar a planta para saber se precisa de água.

Quando precisa que a reguem a planta está mais leve. Com um pouco de prática, pode-se facilmente dizer a quantidade de humidade restante no recipiente.

Regue a sua orquídea de manhã cedo. O que garante a evaporação completa da água na folhagem. Se sua casa for muito quente ou tiver pouca humidade, provavelmente precisará regar com mais frequência. O melhor lugar para regar a planta é na pia da cozinha. Use água morna (não use água com sal ou destilada) e regue a planta durante 15 segundos.

Em seguida, deixe a planta escorrer cerca de 15 minutos. Pode parecer seco, mas contém água suficiente. Depois de regar as plantas, não deixe que os vasos fiquem na água do prato do vaso. Algumas pessoas gostam de colocar os vasos em “bandejas de humidade” ou em bandejas de cascalho ou seixos e água. O vaso é colocado nas pedras acima da linha de água. O que ajuda a garantir que a base do vaso não fique imersa em água, e exista circulação de ar.

Normalmente os cultivadores de orquídeas experientes fertilizam as suas orquídeas semanalmente.

As orquídeas precisam ser fertilizadas regularmente. Os produtores sugerem o uso de um fertilizante “balanceado”, como o 20-20-20, que inclui todos os “oligoelementos necessários”. Independentemente da formulação do fertilizante que escolher para usar, deve conter pouca ou nenhuma ureia. Se não tiver certeza que fertilizante usar, pode usar qualquer fertilizante que usaria para suas outras plantas de vaso. As orquídeas dão-se melhor com pouco fertilizante do que com muito. Muitas pessoas que cultivam estas plantas recomendam a abordagem “dar pouco fertilizante semanalmente”, aplicando um fertilizante diluído (concentração de 1/4) cada vez que regam, em vez de aplicar uma dose completa uma vez por mês. Além disso, é melhor não fertilizar uma planta completamente seca, pois o fertilizante pode queimar as raízes secas.

Quando uma orquídea começa a crescer além da borda do vaso, é hora de replantá-la!

As orquídeas precisam de ser replantadas por um fator ou uma combinação de dois fatores principais: A mistura começa a sair do vaso, geralmente evidenciando raízes mortas ou então a planta começa a sair para fora do vaso. No primeiro caso, um vaso maior pode não ser necessário, basta substituir o meio de cultivo. No segundo caso, a planta pode precisar ser dividida ou pode ser transferida para um vaso maior.

O produto mais popular é a argila expandida. As bolas de argila expandida permitem uma drenagem rápida, o que é essencial para o sistema radicular saudável. As orquídeas crescem bem numa mistura à base de casca de árvore, ou então uma mistura à base de turfa (que retém bem a humidade, mas requer uma rega mais cuidadosa). Além disso também pode usar uma substância inorgânica e hidropónica.

A phalaenopsis cresce facilmente em condições normais.

Uma das orquídeas mais amplamente disponíveis no mercado é a melhor para o lar – a phalaenopsis. Também chamada de orquídea mariposa cresce facilmente nas mesmas condições das violetas africanas. Outra boa escolha são os paphiopedilums ou as orquídeas sapatinho, que têm folhagens relativamente atraentes e as suas flores duram várias semanas.

As orquídeas saudáveis ​​devem ter folhas inchadas sem manchas.

Aqui estão três pontos a ter em conta no momento da compra:

A planta

  • Deve ser proporcional ao recipiente, ter raízes no meio, não ter manchas, as folhas devem ser verdes e não devem apresentar pragas visíveis.

As flores

  • As flores devem ser brilhantes e mantidas bem acima da folhagem numa haste forte e bem apoiada. A flor não deve apresentar manchas de fungos, e a planta deve ter alguns botões ainda para abrir (nunca, jamais aceite uma planta com flores abertas até a ponta da hastes).

O vendedor:

  • As plantas parecem boas? A equipa está atenta e interessada no bem-estar das plantas? Existem pessoas que podem responder às suas perguntas mais elementares? Selecionar uma orquídea não é muito diferente de outra compra de plantas com flores, incluindo a satisfação que vem com a decisão correta.

Existem muitas razões pelas quais os botões caem antes da floração:

  • Irrigação insuficiente ou excessiva.
  • Mudanças rápidas de temperatura (saídas de aquecimento, ar condicionado a soprar diretamente na planta).
  • Fumos de vazamentos de gás natural, tinta, outros produtos químicos.
  • Etileno – os grandes produtores são maçã, abacate, pêssego, pêra, ameixa, melão, figo e tomate.
  • Baixa humidade.
  • Genética.
  • Pulgas e alguns ácaros.
  • Mudar o local de crescimento. Se quiser mudar a localização de uma planta, espere até que a flor abra primeiro.
caracteristicas da orquidea
Características da orquídea

Características da Orquídea

Luz

A orquídea prefere luz indireta, como a luz de uma janela voltada para o leste. Não deixe a sua planta ficar exposta ao sol direto, pois a folhagem e as flores podem ficar danificadas. Se a sua orquídea não receber luz suficiente, não florescerá continuamente.

Água

Regue bem a planta até que a água flua pelos orifícios de drenagem. Não deixe a planta em contacto com água parada. As orquídeas não gostam de ficar na água.

Humidade

A sua orquídea pode adaptar-se a níveis mais baixos de humidade, mas apreciará a adição de humidade de um desumidificador.

Temperatura

A orquídea gosta de temperatura ambiente média de 15-26 graus celcius.

Fertilizante

Durante a primavera e verão fertilize a planta a cada rega. Durante o outono e inverno fertilize a cada 3 semanas. Antes de fertilizar, regue abundantemente para enxaguar quaisquer sais acumulados anteriormente.

Toxicidade

As orquídeas Phalaenopsis não são tóxicas para animais e humanos.

Cuidados adicionais

Nas condições ideais as flores das orquídeas podem durar de 2 a 6 meses. Depois de a orquídea florescer, pode cortar a haste da flor logo acima do nó de onde a primeira flor floresceu. As novas flores volta a aparecer entre 3-9 meses.

 

Problemas Comuns das Orquídeas

 

Por que os botões de flores da minha orquídea estão a secar ou a cair sem abrir?

Pode haver alguns motivos pelos quais os botões da sua orquídea estarem a secar antes de abrir. Responda às seguintes perguntas para descobrir o motivo:

A sala está muito quente ou muito fria?

As orquídeas preferem temperaturas amenas de 21-26 graus Celcius durante o dia e temperaturas abaixo de 15-21 graus Celcius à noite.

A planta está muito seca ou muito molhada?

Se o conteúdo do vaso de sua orquídea secou completamente, a sua planta pode estar desidratada.

A sua orquídea está na água?

As raízes podem estar a apodrecer. Verifique as raízes para ver se estão moles ou sem cor. As raízes devem ser firmes e esverdeadas. As raízes da sua orquídea ficam propensas a apodrecer se forem deixadas na água por um longo período de tempo. Mantenha o musgo húmido, mas nunca encharcado. Deite fora o excesso de água que fica no prato do vaso após a rega.

Está a usar muito fertilizante?

Está a fertilizar a planta com mais frequência do que as instruções do frasco de fertilizante? Isso pode levar à morte das folhas e dos botões das flores. Siga sempre as instruções do seu frasco de fertilizante natural.

 

Porque é que a minha orquídea não floresce novamente?

É fácil ficar impaciente enquanto espera que as novas flores apareçam na sua orquídea. Depois das primeiras flores da sua orquídea morrerem, pode levar de 2 meses a um ano para ela voltar a florescer. Se já faz um ano e você ainda não vê nenhum botão novo a formar-se, siga estas etapas para ajudar a encorajar o ressurgimento.

A sua orquídea recebe luz suficiente?

Certifique-se de que a orquídea esteja a receber o máximo possível de luz indireta. Se tem a orquídea numa área com pouca luz, esse pode ser o motivo pelo qual a planta não está a florescer.

Fertilizou a planta recentemente?

A orquídea é cultivada em musgo esfagno, que não contém nutrientes. Durante a primavera e o verão, deve fertilizar a orquídea com um fertilizante especial para orquídeas. Garantir que sua orquídea receba os nutrientes adequados permitirá que ela floresça novamente.

Fato engraçado

As orquídeas têm uma vida muito longa. A orquídea mais velha tem mais de 150 anos!

Também pode gostar:

Se quer saber como cuidar de outras plantas de interior veja as nossas dicas nos seguintes guias:

1 thought on “Como cuidar de Orquídeas? – REGA, LUZ e ADUBO”

Comments are closed.

Shopping Cart