Home » Receitas com Abacate
abacates e limas

Guia Completo do abacate

 

Qual é a classificação científica do abacate?

A pêra abacate (Persea americana) é um fruto tropical com diversas variedades, a mais comum é a Hass.

Classificação científica do abacate Hass (Persea americana):

  • Reino: Plantae
  • Divisão: Magnoliophyta
  • Classe: Magnoliopsida
  • Ordem: Laurales
  • Família: Lauraceae
  • Género: Persea
  • Espécie: P. americana
  • Nome binominal: Persea americana

A pêra abacate, é um fruto rico em ácidos gordos insaturados, fibras, vitaminas B e E, e outros nutrientes. Alguns estudos demostram o seu potencial anticancerígeno, devido à presença de carotenóides e também que esta fruta é uma fonte de antioxidantes naturais, podendo eliminar os radicais livres.

 

A casca e as sementes do abacate têm utilidade?

A casca e sementes, são dois dos produtos da pêra abacate que não têm uso comercial, contudo existem alguns estudos que verificaram a presença de compostos fenólicos e uma elevada capacidade antioxidante.

A casca contém um elevado número de procianidinas do tipo B e do tipo A, em menor número.

Outro estudo demostrou a presença de compostos fenólicos na casca, as catequinas e outros flavonoides, os ácidos hidrobenzoicos, ácidos hidrocinâmicos, flavenoides e procianidinas, este ultimo é o mais abundante.

 

O que é um abacate?

Um abacate é uma fruta verde brilhante com um caroço grande e casca verde escura. O abacate é também conhecido por pera-crocodilo ou frutas manteiga. Mundialmente o abacate é muito conhecido por ser o ingrediente principal do guacamole. No entanto nos últimos anos este fruto tem vindo a ser muito utilizado em saladas, wraps, smoothies, brownies e até mousses. Então, o que, exatamente, torna esta baga em forma de pêra num superalimento?

A planta do abacate (Persea americana), é uma árvore provavelmente originária do centro-sul do México, é classificado como um membro da família de plantas com flores Lauraceae. O fruto da planta, também chamado de abacate (ou pêra abacate ou pêra jacaré), é botanicamente uma grande baga contendo uma única semente grande.

Com valor comercial, a produção aumentou em todo o mundo.

Em 2019, o México era o maior produtor mundial de abacates, fornecendo 32% do total global.

Os abacates são cultivados em climas tropicais e mediterrâneos de muitos países.

O fruto das variedades domésticas quando maduro tem polpa amanteigada. Dependendo da variedade, os abacates maduros têm casca verde, castanha, arroxeada ou preta.

A forma da fruta pode variar de pêra, ovo ou esférica. Comercialmente, os frutos amadurecem após a colheita.

 

Nutrição de abacate

Os abacates têm muitas calorias. O tamanho da porção recomendada é: 1/3 de um abacate médio (50 gramas).

Os abacates são ricos em gordura. Mas é a gordura monoinsaturada, que é uma gordura “boa” que ajuda a reduzir o colesterol ruim, contanto que a ingira com moderação.

nutrientes do abacate fresco

Os abacates oferecem cerca de 20 vitaminas e minerais. Numa porção de 100 gramas contém em média:

  • 485 miligramas de potássio
  • 81 microgramas de folato
  • 0,257 miligramas de vitamina B6
  • 10 miligramas de vitamina C
  • 2,07 miligramas de vitamina E

Os abacates têm baixo teor de açúcar. Além disso contêm fibras, o que ajuda a sentir-se satisfeito por mais tempo.

Aprender sobre a nutrição do abacate pode ajudar a inspirá-lo a encontrar mais maneiras de incorporar esta fruta saudável na sua dieta.

Fatos nutricionais do abacate

1 – Os abacates são um superalimento saudável para o coração e denso em nutrientes

Alimentos ricos em nutrientes são aqueles que fornecem quantidades substanciais de vitaminas, minerais e outros nutrientes com relativamente poucas calorias.

Um terço de um abacate médio (50 g) tem 80 calorias e contribui com quase 20 vitaminas e minerais, o que o torna uma ótima escolha alimentar rica em nutrientes.

2 – Contém gorduras monoinsaturadas

O abacate é praticamente a única fruta que contém gordura monoinsaturada saudável para o coração.

3 – Naturalmente isento de sódio, açúcar e colesterol

Os abacates da Califórnia são naturalmente livres de sódio, açúcar e colesterol.

4 – Pode ajudar na absorção de nutrientes

O abacate pode atuar como um “impulsionador de nutrientes”, ajudando a aumentar a absorção de nutrientes solúveis em gordura, como vitaminas A, D, K e E.

5 – Ótimo para bebés e crianças

Como a consistência do abacate é cremosa e seu sabor é subtil pode facilmente adicionar nas refeições de bebes.

 

Nutrientes do abacate

Um terço de um abacate médio (50 g) tem 80 calorias e contribui com quase 20 vitaminas, minerais e fitonutrientes, tornando-o uma escolha saudável para o coração. Embora os fitonutrientes não sejam essenciais, a pesquisa sugere que eles podem promover a saúde humana.

Mais de 75% da gordura do abacate é insaturada (“gordura boa”).

Existem gorduras naturalmente boas?

Sim. O corpo precisa de alguma gordura na dieta para ajudar na absorção dos nutrientes. As gorduras boas, monoinsaturadas e poliinsaturadas, não aumentam os níveis de colesterol LDL (“ruim”).

 

1 – Gorduras Monoinsaturadas

Uma “boa gordura”. A gordura monoinsaturada ajuda a reduzir o colesterol LDL (mau) se usada em substituição das gorduras saturadas e trans. Manter o nível de LDL baixo reduz o risco de doenças cardíacas e derrame. 

 

2 – Gorduras Poli-saturadas

A gordura poliinsaturada é uma das gorduras saudáveis, juntamente com a gordura monoinsaturada. 

3 – Ácido pantoténico

Os abacates são uma boa fonte de ácido pantoténico, uma vitamina B que ajuda o corpo a converter os alimentos em energia.

4 – Fibra alimentar

Os abacates são uma boa fonte de fibra dietética. A fibra dietética adiciona volume à sua dieta e faz com que se sinta saciado mais rápido. Ajuda a digestão e ajuda a prevenir a prisão de ventre. 

5 – Folato

Os abacates são uma boa fonte de folato. O folato promove o desenvolvimento de células e tecidos saudáveis. O que é especialmente importante durante os períodos de rápida divisão e crescimento celular, como a infância e a gravidez. O folato também é essencial para o metabolismo da homocisteína.

6 – Vitamina K

O abacate é uma boa fonte de vitamina K, uma vitamina essencial que o corpo precisa para mante-ser saudável. Esta vitamina desempenha um papel importante na coagulação do sangue. É conhecida como vitamina da coagulação porque sem ela o sangue não coagularia. 

7 – Cobre

O cobre tal com o ferro ajuda o corpo a formar glóbulos vermelhos. Além disso, também ajuda a manter os vasos sanguíneos, nervos, sistema imunológico e ossos saudáveis. O cobre auxilia na absorção de ferro.

8 – Riboflavina

Conhecida como vitamina B2, a riboflavina está naturalmente presente em alguns alimentos e é um componente essencial de duas enzimas (mononucleotídeo de flavina  e dinucleotídeo de flavina adenina). Essas coenzimas desempenham papéis importantes no crescimento e desenvolvimento celular e metabolismo de gorduras.

9 – Potássio

O potássio tem vários papéis no metabolismo e nas funções do corpo e é essencial para o bom funcionamento de todas as células, tecidos e órgãos. 

10 – Vitamina E

Esta vitamina protege o tecido corporal dos danos causados por substâncias instáveis chamadas radicais livres. A vitamina E também desempenha um papel importante na saúde da pele e do cabelo.

11 – Niacina

A niacina é uma forma de vitamina B3 produzida no corpo a partir do triptofano e encontrada em alimentos que contêm proteínas. A niacina é usada juntamente com outros tratamentos para problemas de circulação.

12 – Vitamina B6

Vitamina solúvel em água que ajuda o sistema imunológico a produzir anticorpos. Os anticorpos são necessários para combater muitas doenças. A vitamina B6 ajuda a manter a função do sistema nervoso e a formar glóbulos vermelhos.

13 – Vitamina C

Vitamina solúvel em água e antioxidante necessária para o crescimento e desenvolvimento normais. A vitamina C é necessária para o crescimento e reparação dos tecidos em todo o corpo. Esta vitamina é necessária para formar colágeno, uma proteína importante usada para renovar as células da pele, do tecido cicatricial, dos tendões, dos ligamentos e dos vasos sanguíneos.

14 – Manganês

O manganês é um mineral considerado um nutriente essencial, pois o corpo necessita dele para funcionar adequadamente. O manganês é usado para ajudar a osteoporose, a anemia e os sintomas do síndrome pré-menstrual (TPM).

15 – Magnésio

Um mineral essencial para a nutrição humana. Ajuda a produzir energia e é importante para a contração e relaxamento muscular.

16 – Tiamina

Conhecida como vitamina B1, a tiamina desempenha um papel crítico no metabolismo energético e, portanto, no crescimento das células.

17 – Ferro

O ferro é um componente essencial para a hemoglobina, uma proteína eritrocitária que transfere oxigénio dos pulmões para os tecidos. O ferro também é necessário para o funcionamento celular normal e a produção de algumas hormonas e tecido conjuntivo.

18 – Carotenóides: luteína e zeaxantina

A luteína e a zeaxantina são pigmentos vegetais encontrados na mácula do olho. Alguns estudos sugerem que a luteína pode ajudar a manter uma visão saudável à medida que envelhecemos. A luteína é um carotenóide que pode estar associado a um menor risco de doenças oculares, como catarata e degeneração macular, e pode ajudar a manter a saúde da pele. Os abacates contêm níveis de luteína e zeaxantina mais altos por porção do que qualquer fruta ou vegetal.

 

Quais são os benefícios do abacate?

Um estilo de vida saudável que inclui alimentos nutritivos pode ajudar a prevenir e reverter doenças. O abacate é considerado um alimento saudável quando ingerido com moderação.

beneficios do abacate fresco

As vitaminas, minerais e gorduras saudáveis que obtém dos abacates ajudam-no a prevenir doenças e a manter seu corpo em boas condições de funcionamento.

Os abacates podem ajudar a evitar:

  • Cancro. O ácido fólico que obtém dos abacates pode diminuir o risco de certos tipos de cancro.
  • Artrite e osteoporose. A vitamina K no abacate melhora a saúde óssea ao diminuir a perda óssea e prevenir a osteoporose.
  • Depressão. Pesquisas mostram uma ligação entre depressão e baixos níveis de folato. O folato ajuda a bloquear o acúmulo de uma substância chamada homocisteína no sangue. A homocisteína diminui o fluxo de nutrientes para o cérebro e acelera a depressão. Os altos níveis de folato nos abacates podem ajudar a manter os sintomas de depressão sob controlo.
  • Inflamação. A inflamação crónica pode desencadear muitas doenças, incluindo diabetes, doença de Alzheimer e artrite. A vitamina E do abacate ajuda a reduzir a inflamação no corpo.
  • Digestão. Os abacates são ricos em fibras. Eles são especialmente ricos em fibras insolúveis, que é o tipo que ajuda a mover os resíduos pelo corpo. A fibra pode prevenir a obstipação.
  • Pressão sanguínea. Os abacates são ricos em potássio. O potássio ajuda a regular pressão arterial, reduzindo os níveis de sódio no sangue e aliviando a tensão nas paredes dos vasos sanguíneos.
  • Coração. A maior parte da gordura saudável do abacate é o ácido oleico, um ácido gordo monoinsaturado. Essa gordura saudável para o coração ajuda a reduzir a inflamação cardiovascular. Os abacates também têm um nutriente chamado beta-sitosterol, a versão vegetal do colesterol. O beta-sitosterol ajuda a reduzir os níveis de colesterol.
  • Visão. A luteína e a zeaxantina são dois antioxidantes do abacate que são bons para os olhos. Eles ajudam a proteger os tecidos dos olhos dos danos da luz ultravioleta e ajudam a prevenir a catarata e a degeneração macular.

 

O abacate pode provocar alergia?

Algumas pessoas têm reações alérgicas ao abacate. Existem duas formas principais de alergia:

  • As pessoas com alergia ao pólen de árvores desenvolvem sintomas na boca e na garganta logo após comer abacate;
  • A segunda, conhecida como síndrome do látex-fruta, está relacionada à alergia ao látex e os sintomas incluem urticária generalizada, dor abdominal e vómitos e, às vezes, pode ser fatal.

 

Perguntas frequentes

Os abacates são uma parte fresca, natural e saudável de uma dieta saudável. Eles são irresistivelmente ricos em sabor e fornecem nutrientes essenciais. Dietas ricas em frutas e vegetais podem reduzir o risco de alguns tipos de cancro e doenças crónicas.

Existem 13 vitaminas que o corpo precisa: vitaminas A, C, D, E, K e as vitaminas B (tiamina, riboflavina, niacina, ácido pantotênico, biotina, vitamina B-6, vitamina B-12 e folato). O abacate contém naturalmente muitas dessas vitaminas.

 

Os abacates contêm antioxidantes?

As frutas e vegetais são fontes ricas em antioxidantes, substâncias que podem proteger suas células contra os efeitos dos radicais livres. Os radicais livres podem danificar as células e podem desempenhar um papel importante nas doenças cardíacas, cancro e outras doenças.

antioxidantes do abacate fresco

A pesquisa mostrou que as pessoas que comem mais frutas e vegetais têm menor risco de ter várias doenças.

No entanto, não está claro se esses resultados estão relacionados à quantidade de antioxidantes nas frutas e vegetais, a outros componentes desses alimentos, a outros fatores na dieta das pessoas ou a outras escolhas de estilo de vida.

O que sabemos é que há boas evidências de que uma dieta que inclui muitas frutas e vegetais é saudável.

Os antioxidantes são abundantes em frutas e vegetais. Alguns antioxidantes comuns incluem beta-caroteno, luteína, licopeno, selénio e vitaminas A, C e E.

Os abacates contêm muitos desses antioxidantes, incluindo 6 por cento do valor diário recomendado para vitamina E, 4 por cento para vitamina C e 136 mcg de os carotenóides luteína e zeaxantina.

 

Etimologia

A palavra  abacate vem da palavra espanhola “aguacate”, que por sua vez vem da palavra nahuatl. Às vezes, a palavra Nahuatl era usada com o significado de “testículo”, provavelmente devido à semelhança percebida do abacate com um testículo.

 

Botânica

Persea americana é uma árvore que cresce até 20 m (66 pés), com folhas dispostas alternadamente com 12–25 cm de comprimento.

As flores são discretas, amarelo-esverdeadas, com 5–10 mm de largura.

O abacate é uma baga climatérica, com uma única semente.

O fruto em forma de pêra tem geralmente 7–20 cm de comprimento, pesa entre 100 gramas a 1 kg e tem uma grande semente central, com aproximadamente 5–6 cm de comprimento.

 

História

O abacate criollo nativo de Oaxaca, é o fruto ancestral das variedades que existem atualmente.

Persea americana, ou abacate, possivelmente teve origem México. Há evidências de três possíveis variações do abacate, a espécie do México (aoacatl), da Guatemala (quilaoacatl) e das Índias Ocidentais (tlacacolaocatl).

O abacateiro também tem uma longa história de cultivo na América Central e do Sul, provavelmente começando por volta de 5.000 aC.

O primeiro relato escrito conhecido sobre o abacate na Europa é o de Martín Fernández de Enciso (cerca de 1470–1528) em 1519 do seu livro Suma De Geographia.

O primeiro relato detalhado que descreve inequivocamente o abacate foi feito por Gonzalo Fernández de Oviedo y Valdés na sua obra Sumario de la historia natural de las Indias em 1526.

O primeiro registro escrito em inglês do uso da palavra ‘abacate’ foi em 1696 por Hans Sloane, que utilizou a palavra, num dos seus livros.

A planta foi introduzida na/o:

  • Espanha em 1601
  • Indonésia por volta de 1750
  • Brasil em 1809
  • Estados Unidos em 1825
  • África do Sul e Austrália no final do século 19.

 

Abacate Hass

O ‘Hass’ é a espécie mais comum de abacate. Produz frutas durante todo o ano e é responsável por 80% dos abacates cultivados no mundo.

carateristicas do abacate hass fresco

Todas as árvores ‘Hass’ descendem de uma única “árvore mãe” criada por um carteiro chamado Rudolph Hass.

Hass patenteou a árvore em 1935. A “árvore-mãe”, morreu de podridão da raiz e foi cortada em setembro de 2002.

As árvores ‘Hass’ têm frutos ovais de tamanho médio (150–250 gramas) com casca preta e rugosa. A polpa tem sabor rico em nozes.

 

Usos na culinária

Esta fruta tem um teor de gordura marcadamente mais alto do que a maioria das outras frutas, principalmente de gordura monoinsaturada. Na dieta de muitas pessoas (que têm acesso limitado a outros alimentos gordurosos) serve como um alimento básico importante e substituo de outros alimentos (carnes e peixes com alto teor de gordura, laticínios produtos).

como abrir um abacate hass fresco

Óleo de abacate

O óleo de abacate é caro em comparação com outros óleos de cozinha, e é usado principalmente para saladas ou molhos.

 

Quando é que o abacate está bom para ser consumido?

Quando o abacate está maduro cede a uma leve pressão. Agarre nele e pressione levemente, a superfície ceder é porque o fruto está maduro.

 

Porque é que o abacate fica castanho?

Quando a polpa fica exposta ao ar, ela escurece gradualmente, ficando rapidamente acastanhada. Para evitar que fique castanha, adicione um pouco de sumo de limão ou lima sobre a polpa.

 

Onde pode ser utilizado o abacate?

A fruta não é doce, mas tem um sabor distinto e subtil, com textura macia.

O abacate é usado em pratos salgados e doces. O abacate é comum na culinária vegetariana como substituto de carnes, devido ao seu alto teor de gordura. Este fruto é muito usado em saladas em sanduíches.

 

O abacate pode ser cozinhado?

Geralmente, o abacate é servido cru, embora algumas espécies, incluindo a mais comum a ‘Hass’, possa ser cozinhada por um curto período de tempo sem se tornar amarga. Devido ao calor a polpa de alguns abacates pode tornar-se não comestível.

Os abacates são utilizados como base para o molho mexicano conhecido como guacamole, bem como para barrar tortilhas de milho ou torradas.

 

Como é consumido o abacate pelo mundo?

Nas Filipinas, Brasil, Indonésia, Vietname e sul da Índia, os abacates são frequentemente usados para milkshakes e ocasionalmente adicionados a sorvetes e outras sobremesas.

No Brasil, Vietname, Filipinas e Indonésia, existe uma bebida que é muito consumida que é feita com açúcar, leite ou água e puré de abacate.

Na Etiópia, os abacates são transformados em sumo misturando-os com açúcar e leite ou água.

O abacate em pratos salgados, é uma relativa novidade no Brasil, onde a preparação tradicional é servir o abacate triturado com açúcar e limão.

O que contrasta com os países de língua espanhola, como Chile, México ou Argentina, onde o abacate é mais usado em pratos salgados.

Na Austrália e na Nova Zelândia, o abacate é normalmente servido em sanduíches, sushi, torradas ou com frango.

No Gana, os abacates costumam ser comidos sozinhos ou em sanduíches.

No Sri Lanka, os abacates servem para fazer uma sobremesa muito comum. A sobremesa é composta por polpa de abacate amassada e misturada com leite e melaço de kitul (um açúcar mascavado líquido feito da seiva).

No Haiti, os abacates são muitas vezes consumidos no pequeno-almoço com mandioca ou pão normal.

No México e na América Central, o abacate é servido misturado com arroz branco, em sopas, saladas, ou como acompanhamento de frango e carne.

No Peru, são consumidos como maionese, servido também como acompanhamento de parrillas, saladas e sanduíches.

No Chile, é usado como molho tipo puré que é depois adicionado ao frango, aos hambúrgueres ou aos cachorros-quentes.

Além disso, a versão chilena da salada César contém grandes fatias de abacate maduro.

No Quénia e na Nigéria, o abacate costuma ser comido sozinho ou misturado com outras frutas em saladas de frutas.

No Reino Unido, o abacate tornou-se disponível durante a década de 1960, quando introduzido por uma cadeia de supermercados sob o nome de ‘pêra abacate’.

 

Toxicidade nos animais

As folhas, casca ou caroço do abacate são prejudiciais aos animais. O abacate é venenoso para alguns pássaros e cavalos.

As folhas de abacate contêm um derivado de ácido gordo tóxico, a persina, que em quantidade suficiente pode causar cólicas em cavalos e, sem tratamento veterinário, pode causar a morte.

Os sintomas incluem irritação gastrointestinal, vómito, diarreia, dificuldade respiratória, congestão, acúmulo de líquido ao redor dos tecidos do coração e até morte.

Os pássaros também parecem ser particularmente sensíveis à persina.

Como plantar Abacates em casa?

Cultivar abacates ao ar livre como árvores frutíferas pode ser complicado, mas cultivá-las como plantas domésticas é divertido e fácil.

Os abacateiros são parcialmente autopolinizáveis e geralmente propagados por enxertos para manter a qualidade e a quantidade previsíveis dos frutos.

A verdade é que é improvável que a sua árvore dê frutos (a menos que espere cerca de 10 anos) e, mesmo que dê, os frutos da prole provavelmente não se parecerão com os que vê no supermercado. Mas, como planta decorativa de interior, o abacate tem muito mérito.

Características do abacate:

  • Nome botânico: Persea americana
  • Nome Comum: Abacate
  • Tipo de planta: Árvore frutífera perene de folha larga
  • Tamanho adulto: de 30 a 60 pés na paisagem; plantas em vasos podem ser podadas para permanecerem pequenas
  • Exposição ao sol: pleno sol
  • Tipo de solo: Solo para envasamento de uso geral. A planta gosta de solos ricos, soltos, uniformemente húmidos e bem drenados
  • Ph do solo: 6,0 a 6,5, mas tolera solos ácidos ou alcalinos
  • Flor: Cor Amarelo-esverdeado
  • Origem: México
  • Toxicidade: Venenosa para cães, pássaros e gado.

 

Plantar abacate

Quando o abacate é cultivado como planta de casa, geralmente é cultivado a partir de sementes (os caroços das frutas) que podem ser germinadas na água ou diretamente no solo.

As plantas têm melhor desempenho em janelas ensolaradas.

Fertilize as plantas regularmente na primavera e no verão com um fertilizante granular balanceado.

A planta do abacate não dá frutos dentro de casa?

Se quiser que dê frutos e se transforme realmente numa árvore, terá que mover o abacate para fora de casa.

Luminosidade

Tal como as bananas, as plantas de abacate prosperam em pleno sol. Elas toleram um pouco de sombra, mas as plantas de interior em vasos geralmente precisam da zona mais ensolarada da casa. Se está a começar com uma semente, a semente pode ser mantida num parapeito de uma janela ensolarada até que as raízes se formem e as primeiras folhas surjam.

Água

As plantas de abacate devem ser mantidas continuamente húmidas, mas uma drenagem adequada é essencial. Se as folhas começarem a ficar amarelas significa que tem excesso de água.

Temperatura

Os abacates preferem as estações de cultivo quentes.

Solo

Uma mistura de solo para envasamento deve ser rica e de drenagem rápida.

Fertilizante

Fertilize abundantemente durante a estação de crescimento com um fertilizante balanceado.

Quais são as variedades de plantas de abacate?

Embora existam cerca de 1.000 variedades de abacate, o que tem mais probabilidade de entrar na sua casa é o abacate Haas.

Como podar as plantas dos abacates?

O primeiro corte sério deve ocorrer quando a planta tiver apenas 30 centímetros de altura. Quando chegar a essa altura corte-a para 15 centímetros e permita que novas folhas e caules se formem.

À medida que a planta fica mais alta, corte os novos ramos durante o verão para forçar a formação de novos ramos.

Como propagar as plantas de abacate?

O abacate pode ser propagado de várias maneiras. Os profissionais enxertam variedades desejáveis de abacate em hastes resistentes a doenças para produzir uma árvore resistente a doenças com o tipo de fruta desejado.

Os abacates também podem ser propagados por camadas de ar: encorajando o crescimento de raízes nos galhos de árvore.

Como cultivar plantas de abacate a partir de sementes?

Para fazer brotar uma semente de abacate, coloque três palitos de dente na semente e suspenda com a ponta para baixo sobre um copo de água. Cubra cerca de 2,5 cm da semente com água. Mantenha-a num local aquecido, mas não sob a luz solar direta. A semente deve brotar em duas a seis semanas. Deixe a planta jovem crescer até quinze centímetros e, em seguida, corte-a novamente para sete centímetros para estimular um crescimento mais forte da raiz. Quando as folhas novas surgirem novamente, plante o abacate num vaso com terra.

Quando deve ser feito o envasamento de plantas de abacate?

Mude o vaso do abacate a cada primavera, quando a planta começar a crescer novamente. Durante os primeiros anos apare o abacate para que a planta fique com o caule mais grosso e forme mais ramos.

As plantas de abacate hibernam?

Se a temperatura estiver abaixo dos 10 graus celcius retire as plantas do exterior. A falta de humidade no inverno pode fazer com que sua planta perca folhas, mas elas voltarão quando o tempo estiver quente.

Pragas e e doenças comuns

Procure sintomas como amarelecimento das folhas, que podem indicar muita água ou drenagem lenta.

Quando cultivados ao ar livre, os abacateiros são ameaçados pela murcha do louro, causada pelo fungo Raffaelea lauricola. É transmitido por várias espécies diferentes de besouro da ambrosia. As árvores infetadas geralmente sucumbem em 4 a 8 semanas.

As plantas de abacate são tóxicas para os animais?

As folhas, cascas e frutos da planta do abacate contêm uma toxina chamada persina. Essa toxina não é tolerada pelos cães, gado, roedores e pássaros.

Quais são os sintomas de envenenamento nos animais?

Os cães que comeram abacate podem ter vómitos e diarreia. Animais, roedores e pássaros que consumiram abacate podem apresentar irregularidades cardíacas, mastite, dificuldade respiratória e problemas estomacais. Em todos os casos de ingestão, deve-se consultar o veterinário imediatamente.

nutrientes e benefícios do abacate fresco
Nutrição da Pêra abacate
Shopping Cart